"Hypercluster" do mar pode potenciar riqueza


A articulação das diversas actividades ligadas aos oceanos num único "hypercluster" da economia do mar para potenciar riqueza, defende Ernâni Lopes.

O conceito de "hypercluster" não é novo e consiste na concentração geográfica de companhias e instituições, neste caso, ligadas ao mar, articulando as suas diversas vertentes.

Segundo Ernâni Lopes, na maior parte das vezes o "hypercluster" tem sido tratado como uma "perda de tempo", mas na verdade deve ser encarado como uma fonte geradora de actividade económica e riqueza.

O ex-ministro das Finanças falava, ontem, em Olhão, durante a conferência "Os clusters marítimos e o desenvolvimento regional", iniciativa integrada na edição desde ano do "Open Days".

A ideia do "hypercluster" passa por articular desde a náutica de recreio e turismo, ao transporte marítimo, construção e reparação naval, pesca e aquacultura, mas também inovação científica e ensino e formação.

Durante a sua apresentação, Ernâni Lopes falou ainda do conceito de "Grande Ogiva do Sul", cujos vértices estão na margem Sul do Tejo e zona metropolitana de Setúbal, Sagres e Vila Real de Santo António.

"Toda a zona a Sul do Tejo tem mais capacidade futura de crescimento do que a Norte, que já evoluiu bastante no seu processo de desenvolvimento", referiu o docente e responsável pela Sociedade de Avaliação de Empresas e Sectores em Risco (SAER).

A criação de um "hypercluster" da economia do mar foi alvo de um estudo desenvolvido pela sociedade gerida por Ernâni Lopes a pedido da Associação Comercial de Lisboa e que deverá ser publicado em breve.



Fonte: observatorio do algarve

4 comentários:

Ricardo disse...

"Toda a zona a Sul do Tejo tem mais capacidade futura de crescimento do que a Norte, que já evoluiu bastante no seu processo de desenvolvimento", referiu o docente e responsável pela Sociedade de Avaliação de Empresas e Sectores em Risco (SAER)."

Ora aí está!

Ricardo Silva

Sargus disse...

Viva Ricardo.

"Ora aí está!"

Este ora ai está tem muitas interpretações positivas e negativas, correcto?

Abraço.

Ricardo disse...

Ora aí está expressa uma possível intenção relativamente ao futuro de zonas tais como o PNSACV.

Já dá para ir somando 2 mais 2...

Ricardo Silva

Sargus disse...

Boas Ricardo.

A analise swot não prevê boa coisa...

Privatização de algo que é de todos não me parece bem, façam já um referendo!

Abraço.