ACL apresenta estudo para explorar mar nacional

A Associação Comercial de Lisboa apresentou um estudo sobre a economia do mar em Portugal ao Presidente da República.

Ver Video

Ora aí está finalmente algo que explica a legislação que tem saído, será esta uma teoria da conspiração?

Pelos visto ainda vai vir muito mais!!!

Os interesses devem estar algures nos tais 250 mil Euros patrocinados por 15 investidores privados, o BES, Grupo Bem-Saúde, Galp, Lisnave, Pinto Basto, etc.

"... a participação dos privados na gestão portuária..."

A privatização dos recursos naturais que são de todos os portugueses são dados a troco de projectos de parcerias, muito bem, é esta a politica de defesa do ambiente, toca a privatizar o acesso ao Mar e os recursos!

Mais uma vez, tende-se a privatizar território para as elites!!!

"...as nossas Universidades não falam sobre o Mar, não há muito trabalho feito e desenvolvido sobre a cultura do Mar e as actividades marítimas..."

Não deixa de ser curioso, no entanto não se importam de mandar na mesma cá para fora legislação sobre uma questão que não conhecem ou poucos dados científicos dispõem.

Como se está a ver qualquer dia nem á praia podemos ir porque a mesma vai ser concessionada a alguma associação ou privados, mas afinal o que se está a passar neste País?!?!

Fonte: TV NET
ACL

6 comentários:

Ricardo disse...

Acho uma piada a estes "gritos" de investimento no Mar, porque somos um povo sempre se virou para o Mar e toda essa conversa!

Pena é que esse investimento nunca seja dirigido para o povo em geral, mas sim sempre a pretexto de interesses privados e lucro fácil.

Tenho na Ericeira um exemplo gritante disto. É perfeitamente possível não se ser rico e ter um "botezeco" para fazer umas brincadeiras de pesca de vez em quando, levar os míudos a passear no Mar e incutir-lhes esse gosto assim como educá-los para outros factores, ambientais, etc.

No entanto, como não é um porto rentável foi sempre votado ao abandono ficando num estado lastimável. As intervenções que lá fizeram foram semre pouco estudas e muito duvidosas em termos de eficiência. Foi e tem sido palco de vários acidentes graves. Está agora num processo de remodelação e obras, prevendo-se no futuro uma infra-estrutura de suporte em condições (marina, etc.). Mas lá está, há um interesse privado por trás e resta saber, no fim, se este não será mais um porto e rampa privatizados, apenas ao alcance de alguns.

Ainda ontem em conversa com um amigo, que tem um dos tais botes, me contou que vendo-se na impossibilidade de colocar o barco no Mar pelo porto da Ericeira se foi informar noutros portos e rampas perto (Cascais, Oeiras, Peniche, etc.) de preços, quotas de sócio, jóias, etc. e na maioria dos casa são quantias absurdas e que impedem qualquer cidadão "normal" de aceder ao Mar.

Mas também, se o mesmo acontece com os Hospitais (Saúde), com as Escolas (Educação), etc. outra coisa não seria de esperar!

Ricardo SIlva

Anónimo disse...

Já visto em algum lado !!!!

Abraço,
Miguel Coucello

Sargus disse...

Viva Ricardo.

Somos um povo sempre se virou para o Mar claramente.

Resta saber que estudo de viabilidade económica foi feito e que medidas propõe.

Existe sempre "interesses" de privados e lucro fácil, como diz um amigo meu todo revolucionário "do grande capital".

A Ericeira é um caso que conheces melhor que ninguém, inclusive já falamos sobre isso in loco.

Os privados não vão investir sem benefícios de futura, temos os casos das pontes e auto estradas...

Estamos a privatizar o pais em grande escala, para que seja colmatado as faltas que do passado até aqui tem passado ao lado dos governos que temos tido.

Mais taxas, mais impostos, mais licenças, menos liberdade, etc, etc.

Abraço Ricardo.

Sargus disse...

Viva Miguel.

Claro tu és um beneficiado em termos de informação...

;)

Abraço.

S. Ferreira disse...

Temo que não possamos fazer outra coisa, senão assistir impotentes a destruição que vai assolar o nosso litoral, Fernando.

Está a acontecer na costa Algarvia e penso que não vai ficar por aqui.
Há muitos grupos privados interessados em adquirir terrenos em pontos chave. Estas leis destinam-se somente a afastar o vulgar cidadão da costa e a preparar a mesma para estes empreendimentos megalómanos (sempre com a ajuda de políticos corruptos). A costa Alentejana já está a ser concessionada.
Dou-te um exemplo, na Quinta do Lago se quiseres ir à pesca ou à praia, terás que pagar a módica quantia de 7-8 euros para deixar o teu carro no único parque disponível. As restantes zonas são privadas, destinadas aos ricaços.
Como o vulgar Tuga não tem posses que lhe permitam largar esta quantia diária no seu período de férias, simplesmente afasta-se para outras zonas.
Isto é o que nos espera a médio e longo prazo.

Um abraço.

Sargus disse...

Vamos claramente assistir impotentes a destruição que vai assolar o nosso litoral, Sérgio, já não duvido disso, depois de tudo destruído, mais uma vez ninguém vai ser responsabilizado pelas más e péssimas politicas que tem vindo gerindo de forma não sustentada e perante péssimos planeamentos dos governos que tem passado pelo poder, cada período de 4 anos mais condicionantes colocam aos cidadãos, mais impostos, agravam-se as condições de vida, agrava-se a crise social, e agora já nem nos deixam ir a pesca, isto é só um começo, porque quando muita boa gente que minimiza isto hoje em dia, se aperceber que a curto prazo vão ter de pagar para frequentar as praias que sempre o fizeram...

A TRADIÇÃO JÁ NÃO É O QUE ERA, ESTÁ TUDO A SAQUE.

Começo a ponderar se vai ser esta terra que vou continuar a viver no resto dos meus dias...

Esta a apetecer-me desaparecer deste pais vergonhosos.

Um abraço.