Manifestação 24 Maio

Algumas fotos da Manifestação Nacional "Mar Livre" realizada em Lisboa no passado dia 24 de Maio de 2009.






Os pescadores e as populações querem defender:

- O direito a apanharem marisco e o acesso público aos bens naturais;
- O fim das restrições injustificadas dos direitos à pesca e à mariscagem;
- O acesso ao MAR de todos os Portugueses, sem discriminações;

Fonte: marlivre

13 comentários:

Anónimo disse...

As ovelhas negras da pesca...

Anónimo disse...

Hum...
35 para 100 falhei por 65...
Grande manifestação Nacional, mais fizerem os algarvios e alentejanos do que vocês!
Espero que tenham apreendido a não se meterem onde não entendem, querem que acabem com os pinos?
Eh, eh, eh, descredibilizados q.b. com as vossas exigências.
A organização não diz nada?
Corri os jornais e não vi mesmo nada sobre esta manifestação terá existido ou acontecido?
Enfim.

Anónimo disse...

Porque será que o meu comentário não aparece?
Foi banido?
Se sim as minhas desculpas, mas é a respostas que os senhores do governo e esses organizadores da manifestação merecem, respeito por esses nunca na vida.
Sou pescador lúdico e professor não voto PS!
Façam o mesmo!
Desculpe mais uma vez pelo comentário, mas passei me da cabeça!

Sargus disse...

Viva, o que não faltam por ai são ovelhas negras, na pesca e fora dela...

Abraço!

Sargus disse...

Viva.

Muita coisa já foi feita, muita haverá por fazer, penso que existe um conjunto de medidas e de intervenções, quer por autarquias locais, quer por movimentos de cidadãos e as manifestações que deram frutos...

Continuar com elas para já não será grande ideia, e a prova está no dia 24.

Com ou sem afluência, os organizadores continuaram com ela, na minha humilde opinião, pecaram apenas por ter subido a fasquia a números "inalcansáveis" naqueles moldes, mas foi realizada e foi provada mais uma manifestação a favor da pesca lúdica.

Sargus disse...

Caro anónimo.

Como seria de esperar um comentário daquele teor, neste espaço é banido sem margem para duvidas, não se trata de censura, mas sim, boa educação e respeito por entidades e pessoas.

O amigo ou amiga é livre de expressar a sua opinião e indignação, mas por favor, com respeito.

Abraço e volte sempre.

Anónimo disse...

Essas almas penadas que se atrevem (atrever é o termo pelo descaramento) a chamar "ovelhas negras da pesca", fiquem a saber o seguinte:
1.- Eu não estive na manifestação porque não pude e estou certo que foi o caso de muitos milhares de pessoas.

2.- Não pensem que põem a vossas mãos sujas em cima de gente simples e honesta;

3.- Vocês estão marcados como mentes doentias e indivíduos indignos de viver numa sociedade de humanos e o cariz destas observações que acabam de fazer, dizem bem do espírito mesquinho e de garotos que vos enforma.

4.- As razões invocadas pelos pescadores são sérias, objectivas, lógicas e demolidoras do atavismo e do ridículo da política das portarias.

5.- O que se passa é que a mensagem e o protesto dos pescadores ainda não chegou à esmagadora maioria das pessoas que tem dois dedos de testa e que não se movem pela lógica da carneirada ou, pior ainda, por interesses sinistros que é o que me parece neste tipo de proibições só válidas para os pequenos e que cheira a corrupção.


Meus amigos daí, oprimidos, mantende a cabeça bem erguida e orgulhosos da vossa luta, ide em frente com serenidade e arranjai uma petição para recolher milhares de assinaturas (que isso com calma e explicando com tempo) vão conseguir para obrigar a Assembleia da República a chamar a si toda esta legislação tola e iníqua.

A PETIÇÃO é daquelas em papel A4 com linhas para nome e BI e assinatura , isso mesmo, de acordo com os respectivos artigos da Constituição da República Portuguesa e, se arranjarem outro molho de papel com assinaturas para remeter uma exposição ao Comissário Europeu das Pescas e também ao do Ambiente, não faz mal nenhum que sejam bloqueados os fundos europeus para esses senhores de Lisboa perceberem que andam a gastar mal os dinheiros de Bruxelas.
Esses sujeitos querem guerra e tê-la-ão!
Está provado cientificamente a maneira eficaz de cirurgicamente entalar esses sujeitos que não têm princípios.
Ponham em marcha esses métodos, vigiem essa gente, recolham informação sobre eles porque estão, certamente, cheios de rabos de palha...
Depois é só incendiar a palha...
E lembrem-se: a vingança serve-se fria.

Entretanto, ide convencendo as populações desses concelhos a não irem às urnas numa das votações ou então votando em branco para os politiqueiros de Lisboa, pararem um pouco e repararem na justeza da vossa luta.

Se a ganhardes, estou certo que sim, não esqueçais estes dementes que estão no Parque e no ICNB e no Min do Ambiente e depois de identificados , correi com eles na altura própria, sim porque eles, isso sim, são os piores e os maiores inimigos do ambiente e da biodiversidade que nem sabem distinguir uma coisa da outra de tão fanáticos que são.

Não se deixem desmoralizar.

Podem crer que a imagem que ostentam é a de pessoas com razão e muito dignas e merecedoras de respeito.
DISSO NUNCA TENHAM DÚVIDAS!

Cumprimentos ao amigo Sargus
Abel Lacerda

Anónimo disse...

Fernando vais-me desculpar o desabafo...

Afinal querem o quê? dizem mal por dizer ou porque nada mais tem a acrescentar?
É por estas e por outras que tais, que todos nós estamos a levar por tabela, não há união tão pouco espirito de corpo em torno de uma causa. Só sacudimos as orelhas quando nos picam o umbigo, porque enquanto arder no mato do vizinho; DEIXA ARDER!!!n
É TRISTE MAS A REALIDADE DESTAS MENTALIDADES PROLIFERA A CADA DIA QUE PASSA!

Se se faz é porque se faz. Se não se faz é porque ninguém faz nada! Agora com comentários destes perdem-se grandes oportunidades de se estar calado; Pelo menos não se chateava os demais que pouco ou muito vão fazendo o que podem em prole desta causa.
Desculpem os demais utilizadores deste espaço, mas há coisas que são para mim dificeis de entender...O que é que estes senhores "anónimos" fizeram em torno desta ou de alguma causa?

Tenham dó...

Fernado, Aquele abraço e para a frente é que é caminho!

Mário Baptista

PS - Se esse senhor anónimo não viu em lugar algum falar da manifestação, peça á SIC a gravação, porque eu vi na SIC Noticias a reportagem sobre a mesma, se é que isso faz alguma diferença...

Sargus disse...

Viva caro amigo Abel.

Uma vez mais gostaria de agradecer o seu contributo e comentário, gostaria também se fosse possível receber um e-mail seu em ferdy@sapo.pt para trocar umas ideias com o amigo.

Quanto às almas penadas, tenho tentado publicar todos os comentários que surgem neste blog, mas alguns são banidos por o simples facto de virem de anónimos e com um teor de falta de respeito enorme.

Na realidade muita coisa se esta a passar, andando em torno do mar e de desenvolvimentos pouco claros de cariz economico e turistica colocando de parte o lado ambiental e de defesa da biodiversidade. Isto tem acontecido um pouco de norte a sul do pais, e não é de espantar...

Talvez o rumo que o amigo expôs seja o mais correcto!

Grande abraço.

Sargus disse...

Viva Mário.

Claro, transmita Caparica!

É a base do tuga, se algo esta mal, diz mal, não faz nada mas sabe dizer mal, depois quando algo aparece, não adere, continua a dizer mal, existe alguma coisa feita, volta a dizer mal, enfim comodismo!... Isto é muito engraçado, mas na realidade até eu começo a ficar farto.

"É TRISTE MAS A REALIDADE DESTAS MENTALIDADES PROLIFERA A CADA DIA QUE PASSA!"

Talvez contagiados pela politica (profissional) que temos, eh, eh, eh.

Os anónimos escrevem e dizem mal escondendo-se atrás do anonimato como (falta me o termo), são livres de expressar a sua opinião, mas por favor não digam só mal, construam, dêem a cara, ajudem, etc

Grande abraço e obrigado pelo comentário.

;)

Anónimo disse...

Vou pedir aos últimos comentadores que me dê o direito de não concordar com esta manifestação. Sou contra projectos PIN, sou contra explorações agrícolas até à falésia, sou contra a emissão de gases, etc... Mas esta é uma causa cívico/política? Pensei que era um movimento para resolver os problemas trazidos pelas portarias entretanto publicadas, relativas à pesca e (cada vez menos) apanha. Se de momento o governo reconheceu alguns erros e omissões, está disposto a reunir, a própria portaria é obrigatoriamente revista ao fim de um ano, acham que a forma mais inteligente de fazer valer os interesses dos pescadores é através de manifestações com palavras de ordem que extravasam a problemática da pesca? Respeito quem responde que sim. Mas peço-vos respeitem quem, como eu, responde que não! Aproveito para subscrever o “Esclarecimento – Movimento de Cidadãos do Alentejo e Algarve” já publicado neste blog. Abraço

Anónimo disse...

Caro Anónimo eu não lhe dou nem tiro seja que direito for, agora o que não concebo é o facto de apelidar aqueles que não estão na sua corrente de raciocínio de "ovelhas negras da pesca"

E não me vou alongar mais neste tema, deixo-lhe apenas duas reflexões dum homem do Povo:

"Para não fazeres ofensas
e teres dias felizes,
não digas tudo o que pensas,
mas pensa tudo o que dizes."

"Enquanto o homem pensar
que vale mais que outro homem,
são como os cães a ladrar,
não deixam comer, nem comem."

São do grande António Aleixo, e vejam como o raciocínio se mantém actual...

Mário Baptista

Anónimo disse...

De facto, com pessoas que botam palavras sem as medir, como o anónimo do d1a 1 a quem se enfiam as críticas do grande e poeta António Aleixo, não vamos longe.

São "estes piedosos" que são contra os PIN e outras banalidades ou evidências, como se isso lhes desse o céu...

Então, Oh! santo! Os pescadores não esperaram meses por uma alteração da Portaria?
Que alteração foi aquela que o Governo pariu?
Não se deram ao diálogo?

Não viu já que a secretaria de Estado, já cedeu "praticamente nada" e agora quer o quê?


O senhor está a dizer que não se devem manifestar? É pecado?
As reivindicações não são justas.

Por isso é que há outro ditado popular: "o silêncio é de ouro,", você perdeu uma oportunidade para ficar calado.

Pense primeiro, ajuize e depois se tiver algo a dizer diga, mas só depois.