Estamos contra!

Novas regras não agradam a praticantes da pesca lúdica e desportiva



Fonte: Sic

27 comentários:

Zé o Pescador lúdico disse...

Boas, resta-me dizer que:

-E o preço das multas?
-E a perseguição que estamos sujeitos?
-E porque não podem pessoas não residentes no parque apanhar marisco?
-E porque podem os pescadores profissionais pescar e colocar artes dentro das zonas de proibição total?
-E porque podem os mariscadores profissionais apanhar marisco dentro das zonas de proibição total?

Tenham vergonha e combatam a corrupção e a roubalheira a que somos sujeitos no dia a dia, deixem-nos pescar.

Esse Humberto Rosa devia ter vergonha, mas vem ai obra da grossa outra vez, garantido que irá fazer mossa, tens os dias contados, vê se mesmo que moras na parvalheira e que não percebes nada disto, é por isso que tens o que mereces, a revolta e contestação das pessoas.

Anónimo disse...

As declarações de alguns pescadores ditos lúdicos, mas que admitem vender o produto da sua pesca, só servem para reforçar as posições do governo nesta matéria.

JPSC disse...

As declarações de alguns "apelidados" de pescadores lúdicos por "este governo" só servem para manifestar que algumas destas pessoas necessitam da pesca para viver, devido ao estado a que chegaram as condições humanas, quebra da agricultura, poucos locais de emprego nesta zona, ou será preferível estas mesmas pessoas em vez de irem ao mar buscar o ganha pão, comecem a roubar caixas de multibanco e assaltarem lojas, se calhar não eram tão preseguidos, lamentável é a sua afirmação anónimo anterior...

Anónimo disse...

Uma pergunta simples: o que faziam não pescadores no ajuntamento? Foram enviados por quem? Quem representavam? Porque tanta mistura? Quem beneficia? Quem prejudica? Qual o objectivo? Aproveitamento? Falta de vergonha?

Anónimo disse...

SENHOR ANONIMO O SENHOR E TODO DO LADO DO PS PELA MANEIRA COMO E CONTRA AOS POBRES QUE TEM QUE PESCAR PARA COMER...

Anónimo disse...

Há por aí uns pategos a defender o governo e as medidas ao questionar "não pescadores" nas manifestações.

Assim, com pobres de espírito não se vai a lado nenhum.
Só se lamenta haver pessoas com vistas tão curtas e que não percebem o que é a solidariedade e que quando se trata de direitos fundamentais, hoje, são eles e amanhã seremos nós.

Se estes sujeitos que assim intervêm neste espaço assim se comportam e, se fazem parte dos serviços públicos que propoêm este tipo de medidas, estamos conversados com a qualidade intelectual dos funcionários públicos.
O lixo tem que ser varrido.

Artur Sampaio.

Anónimo disse...

Anonimo do "Uma pergunta simples: o que faziam não pescadores no ajuntamento? Foram enviados por quem? Quem representavam? Porque tanta mistura? Quem beneficia? Quem prejudica? Qual o objectivo? Aproveitamento? Falta de vergonha?"

Dá a tua cara e identifica-te para te tratarmos pelo nome, se estás contra nós só podes ser dos tais, aqueles que são contra a liberdade das pessoas, contra os atentados cometidos a todos os cidadãos durante 4 anitos de "eu sou grande, quero, posso e mando", isso está a acabar.

É vergunhoso como só agora se preocupam com a pesca e até em bloges de pesca vem meter o bedelho, e ainda por cima atacam com comentarios broncos.

Já agora respondendo se me é permitido:

- O que faziam não pescadores no ajuntamento?

O ajuntamento parece ter sido uma reportagem, estão lá são livres, não tem carteira profissional ou tambem já é preciso ter a sua permissão para ser pescador lúdico?

-Foram enviados por quem?

Por eles proprios ou é necessário convite?

- Quem representavam?

Representavam-se a eles, isto não são sindicatos, são pescadores que só querem ir ao mar livremente como sempre o fizeram e como o seu padrinho Socrates acabou.

- Porque tanta mistura?

A mistura representa precisamente as varias classes que gostam de pescar e mariscar, ou é preciso ser politico?

- Quem beneficia?

Beneficiam que os ajuda nas urnas e beneficiamos todosnos de norte a sul do pais.

- Quem prejudica?

O Governo claramente.

- Qual o objectivo?

Acabar com o ICNB, derrubar o Governo e o Ministral, em especial Francisco Nunes Correia e o da agricultura que se enterrou hoje, voltar a ser uma pesca livre sem lobbys.

Aproveitamento e Falta de vergonha?

Tem voçe na cara, por amor de deus tenha vergonha na cara!!!

Pescador lúdico do sa e cv

JSCV

Anónimo disse...

Os pescadores de cana que vão à pesca com a finalidade de vender o peixe nos restaurantes fazem concorrência desleal aos profissionais que pagam as suas taxas e impostos.

Ricardo Leonardo disse...

Já a anterior legislação proibia a venda do pescado pelos pescadores lúdicos, antes mesmo de haver licença. Mistura-se tudo...
Ao haver defeso, deveria ser para ludicos e profissionais. Porque nao um defeso nacional ao robalo, p ex?
Cumprimentos.

Anónimo disse...

Está visto.
Essa gente, não passa de canalha.
Estão preocupados com alguns lúdicos que vendem o peixe para comer ou comprar outra coisa.

Bandalhos, são o que são.

Então é por isso que esses do ICNB estão preocupados e por isso promovem a publicação das tais portarias...

Com mentalidades mesquinhas como estas, realmente, nunca iremos a lado algum.

Negociar com indivíduos assim, nunca.
A Associaçao que medite nisto.
Eduardo Avintes

MAR PRIVADO NUNCA disse...

é de facto muito triste por causa de meia duzia de foras da lei se esteja a castigar milhares de pessoas, e principalmente os cidadãos do PNSACV, tenham vergonha e se houverem residentes do PNSACV a lerem este comentário, não votem ou mostrem o vosso cartão vermelho ao governo que tanto vos tem castigado, e continuem na guerra com o ICNB que juntos vamos conseguir.
Já só falta tinjir esse verde de negro...

Força com a pesca.

;)

Estou com voçes, agora e sempre.

MAR PRIVADO NÃO OBRIGADO!

Anónimo disse...

Só por indelicadeza, ainda se lembram são contra o quê? Porquê tanto ódio? Vamos mas é pescar...

Sargus disse...

Boas, Zé o Pescador lúdico.

Concordo plenamente com os pontos acrescentados no seu comentário.

As coimas são enormes e a questão do marisco é algo que discordo também.

Abraço e obrigado pelo comentário.

Sargus disse...

Caro anónimo.

"As declarações de alguns pescadores ditos lúdicos, mas que admitem vender o produto da sua pesca, só servem para reforçar as posições do governo nesta matéria."

Se o declaram é porque terão as suas razões e não omitem que necessitam complementar a sua situação financeira ou porque estão desempregados, ou porque ganham pouco ou sempre o fizeram.

Claro está que segundo a lei não o podem fazer, mas segundo a lei também não se pode fazer muita coisa e elas acontecem no dia a dia.

Não somos nenhum juiz para avaliarmos os actos "se calhar" irreflectidos de algumas pessoas, mas algumas delas que conheço apanham 2 kg de perceves ou meia duzia de peixes, não mais, e será isso que vai acabar com a espécie?

Quantos de norte a sul do pais não o fazem e remetem-se ao silencio?

Somos todos criticos a julgar os outros é mais facil.

Abraço e obrigado pelo comentário.

Sargus disse...

JPSC, obrigado pelo comentário.

Ora ai esta...

Pescadores lúdicos apelidados pelo governo.

Estas pessoas necessitam da pesca para viver, sem duvida, devido ao estado a que chegaram as condições humanas, quebra da agricultura, poucos locais de emprego nesta zona, ou será preferível estas mesmas pessoas em vez de irem ao mar buscar o ganha pão, comecem a roubar caixas de multibanco e assaltarem lojas, se calhar não eram tão perseguído, sim claro está que este ponto é de facto difícil de entender por muita boa gente que até tem um ordenado bom ao fim do mês, e não necessita de andar a subir e descer falésias para "roubar" o seu comer.

É de facto o pau de dois bicos estarmos a comparar a miséria com o ganhar mais dinheiro para complementar ordenados mais ou menos.

Sargus disse...

Anonimo, com tantas perguntas:

O que faziam não pescadores no ajuntamento?
Foram enviados por quem?
Quem representavam?
Porque tanta mistura?
Quem beneficia?
Quem prejudica?
Qual o objectivo?
Aproveitamento?
Falta de vergonha?

Certamente terá resposta para todas correcto????

Gostava de saber a sua optica.

Sargus disse...

Caro anónimo:

"SENHOR ANONIMO O SENHOR E TODO DO LADO DO PS PELA MANEIRA COMO E CONTRA AOS POBRES QUE TEM QUE PESCAR PARA COMER..."

O pessoal não assina tem medo do que?
Politicas à parte, existe de facto o problema em separar as águas, os que vivem da pesca para ganhar mais uns cobres e os que necessitam da pesca para comer.

Sargus disse...

Carissimo Artur Sampaio.

Desde já obrigado pelo comentário.

Que eu saiba sou da mesma opinião do amigo, uma vez que não é necessário ter carta de pescador ou licenciatura para se identificar um pescador de um não pescador, eu posso nem fazer uma coisa mas posso participar no apoio à causa, por isso é que nem percebo alguns comentários como o que o amigo respondeu e bem.

O lixo terá de ser é reciclado, e muitas mentalidades mudadas.

Abraço.

Sargus disse...

Caro JSCV, desde já obrigado pelo comentário, que diga-se de passagem foi bastante bem elaborado, a tocar nos pontos que estas pessoas, e só estas pessoas sabem o que se passa porque o que se pensa não corresponde à realidade.

Os meus parabéns pelo comentário.

Sargus disse...

"Os pescadores de cana que vão à pesca com a finalidade de vender o peixe nos restaurantes fazem concorrência desleal aos profissionais que pagam as suas taxas e impostos."

Sim é verdade, e não é correcto, mas será que muitos idosos que vão à maré como em toda a sua vida o fizeram e que recebem meia dúzia de euros de reforma conseguem sobreviver com essas reformas ou vão trabalhar para as estufas ou obras???

Pois é...

Sargus disse...

Viva Ricardo Leonardo.

Desde já obrigado pelo comentário.

Que essas pessoas sejam apanhadas e que paguem caro por essa fuga aos impostos e concorrência desleal, porque continuam a fazê-lo e nada do que foi feito ate aqui os para, a não ser os defesos, e mesmo assim ainda prevaricam nessa altura.

Mistura-se tudo, é claro, tantos interesses...

Ao haver defeso, deveria ser para lúdicos e profissionais, que concordo plenamente, mas lá esta o jogo de interesses...

Abraço.

Anónimo disse...

"Certamente terá resposta para todas correcto????" Correcto!

Cá vão:

O que faziam não pescadores no ajuntamento? Política!
Foram enviados por quem? Partidos!
Quem representavam? Interesses Partidários!
Porque tanta mistura? Interesse Político!
Quem beneficia? Julgo que ninguém!Quem prejudica? A Pesca!
Qual o objectivo? Derrubar o Governo e Angariar Votos!
Aproveitamento? Sim!
Falta de vergonha? Também!

Nota 1: E estavam mais não pescadores em cima do palco do que na plateia. As autárquicas vão comprová-lo!
Nota 2: Que fique claro que não me refiro a actuais autarcas!

Sargus disse...

Viva Eduardo Avintes

É a única justificação que o Governo pelas ferramentas MADROT e ICNB apresentam, tentaram por um lado simular a pressão em determinadas espécies, mas esquecem-se que nestas zonas vivem pessoas, nestas zonas as pessoas vem um pouco de todo o lado fazer pesca e mariscar, nestas zonas a fama do perceve e sargo atingiu apenas interesse económico, que esta a ser explorado por dezenas de mariscadores que se dizem profissionais e arrasam pedras ás sacas, para venderem no mercado negro perceve mais pequeno por menos dinheiro, fogem aos impostos também como é óbvio...

Abraço e obrigado pelo comentário.

Sargus disse...

Mar privado nunca.

"é de facto muito triste por causa de meia dúzia de foras da lei se esteja a castigar milhares de pessoas, e principalmente os cidadãos do PNSACV"

Concordo plenamente, e acho que todos os portugueses deverão ter a sua cota parte de oportunidade que cá virem e fazerem dentro da lei o que os residentes fazem, isto de se andar a defender as quintinhas é muito problemático e poderá trazer consequências bastante negativas.

"e continuem na guerra com o ICNB"

Pois claro que enquanto este Instituto se mantiver de costas viradas para as populações do território e pessoas que andam a roubar à já alguns anos, sem que nada de positivo se veja para alem dos lobbys e máfia que está camuflada, vem ai o POPNSACV e vamos ver o que vai ser...

Abraço.

Sargus disse...

"Só por indelicadeza, ainda se lembram são contra o quê? Porquê tanto ódio? Vamos mas é pescar..."

Penso que ninguém que veja este comentário o entenda a não ser à questão do irmos à pesca...

;)

Sargus disse...

Caro anónimo, acho que está a misturar politica com pesca e isso não é nada bom, como certo aproveitamento politico que se faz com os atentados à pesca lúdica.

Mas se se fala em politica porque será que o governo não contactou determinados intervenientes e populações e produziu as aberrações 143/144?

Vivemos numa ditadura?

Porque será que se continua a apresentar argumentos não validos para justificar tantas medidas do MADROT contra a pesca lúdica?

Eu só não estive no ajuntamento como o amigo disse porque não sabia de tal situação, e tal situação foi pedida por cidadãos residentes no PNSACV, comerciantes que vivem dos produtos para a actividade pesca lúdica, tenho lá amigos e sei o que estou a falar.

Se alguns foram enviados por partidos não sei, se representar os interesses partidários é defender as pessoas de certas e determinadas injustiças então sou a favor dos interesses partidários, mas contra algum aproveitamento de situações unicamente de altura, pois estas questões da politica tem destas coisas, em altura de eleições estão e juntam-se as populações, mas depois afastam-se e nem as querem ouvir... E não há cores, são todos iguais ;)

Se existe aproveitamento quando as pessoas desesperadas vem as suas actividades profissionais presas por um fio e ponderam desistir do seu ganha pão (leia se actividade profissional = logistas) com tamanhas imposições quando outros lobbys passam impunes ás malhas do ICNB e MADROT, então deveriam os partidos estar todos de mãos dadas e contribuir para a melhoria das condições de vida das populações quer no PNSACV como em todo o território nacional, até porque quem os elege são os cidadãos (facto que se esquecem).

Esta alteração às portarias 143/144 deveu-se porque muitas residentes e alguns por caroliçe acreditaram que se podia mudar, perderam horas, gastaram gasolina, fizeram km, deixaram de ir a pesca e de estar com familiares (no qual me incluo) sem oportunismo, mas com uma única esperança alertar os membros do Governo para a situação caricata para onde nos remeteram, houve uma abertura da qual terei de manifestar o meu agrado como cidadão, municepe e pescador lúdico pela abertura do governo.

É claro que não poderei deixar de citar que quer os municípios e juntas de freguesia de Odemira, Aljezur e Vila do Bispo, contribuíram para pressionar os membros do governo, aos quais agradeço uma vez mais.

Isto não é aproveitamento isto é cidadania.

Abraço caro amigo.

Anónimo disse...

"E estavam mais não pescadores em cima do palco do que na plateia. As autárquicas vão comprová-lo!" - disse-o à muito, ainda têm dúvidas?

Agora, com a publicação das listas autárquicas, se vê que tinha razão, muitos não pescadores envolveram-se nesta luta não por solidariedade mas por oportunismo, a começar pelo auto-denominado "porta-voz".

Os pescadores foram usados! Muitos cedo se aperceberam e formaram outros movimentos e associações, outros foram enrolados até agora.