Fiesa 2007 - V Festival Internacional de Escultura em Areia



O V - Festival Internacional de Esculturas em Areia (FIESA) a decorrer desde 7 de Junho até 7 de Outubro, diariamente das 10 horas até as 24 horas, conta já com a sua 5ª edição sendo o mote da mesma sobre as mais belas Maravilhas do Mundo.


O Padrão dos Descobrimentos, a Torre de Belém, caravelas no mar e casas lisboetas - mas também a Torre Eiffel, a Opera House de Sydney, o Monte Uluru e a estátua do Cristo Redentor. Tudo isto construído em areia, numa área de 15 mil metros quadrados construída com trinta mil toneladas de areia esculpida.













De salientar que este espaço é único na Península Ibérica e está situado em Pêra, no concelho de Silves, perto de Algoz/Guia no Algarve, sendo a 1ª edição realizada em 2003.


Um evento que tem aumentado o número de visitantes no decorrer das suas edições anuais, quer lusos quer estrangeiros o que demonstra que este evento está para ficar.


Estes monumentos efémeros, construídos por cerca de 30 escultores de várias nacionalidades e especialistas na construção em areia, podem ser visitados diariamente.


O festival conta também com animação, sobretudo à noite e aos fins-de-semana. Durante a noite as esculturas são iluminadas e o espaço recebe espectáculos de teatro, dança e música.


O FIESA integra ainda um espaço para a realização de actividades de escultura na areia, onde todos podem experimentar e mostrar as suas capacidades criativas e a dos mais novos.


Nota:

Site oficial: http://www.fiesa2007.com/

Localização: Pêra - Estrada 524 - Silves

Horários: De 07-06-2007 a 07-10-2007 aberto todos os dias das 10h00 às 00h00

Telefone de contacto: 969 459 859

Entradas: 7€(adultos); 4€(crianças dos 6 aos 12 anos); gratuito: crianças até aos 5 anos.

2 comentários:

Dias disse...

Tem cenas absolutamente geniais.

Bom post

Abraço

FE disse...

Mesmo André, é um espaço que qualquer um fica maravilhado com a arte e dedicação aquelas verdadeiras obras de arte, frequentei as duas ultimas edições e vou continuar a frequentar pela beleza das esculturas.
este ano ainda não acabou mas para o ano há mais...

Abraço