William Trubridge - 101 m - Record do Mundo mergulho livre


O hectómetro tem finalmente um registo, William Trubridge, tornou-se o primeiro Homem a chegar à marca dos 100 metros de profundidade em apneia sem assistência (barbatanas ou auxiliar de subida). William Trubridge chegou a 100 metros depois de uma única inalação de ar.

Piloto automático

Trubridge diz não lembrar de muitas coisas que ocorreram durante a nova quebra de recorde, pois, segundo ele, o mergulho foi feito no "piloto automático".

"Isto se torna parte de sua memória muscular, de seu subconsciente. Isto significa mais movimentos eficientes e, com o seu cérebro fora de acção, ele usa menos oxigénio", disse o neozelandês ao jornal "The Dominion Post".

O mergulhador diz que muitas de suas técnicas são decorrentes da prática do ioga.


William Trubridge - Dezembro 12 2010 - 100m World Record CNF Freedive - Video de Fundo



William Trubridge - Dezembro 12 2010 - 100m World Record CNF Freedive - Video de Superfície




Dean Blue Hole - O santuário do mergulho livre

Imagine uma piscina água salgada, com águas quentes e calmas que executar 203 m de profundidade, onde vivem pargos, peixes tropicais multicoloridos, zona que é patrulhada por tarpões prateados e visitado por raias curiosas, tartarugas e pequenos cavalos-marinhos. Uma catedral subaquática decorada com luz e vida.



A 203 metros (660 pés), Dean é o “Blue Hole” buraco azul, mais profundo do mundo, e a segunda maior câmara subaquática. Ele está contido em 3 lados por um anfiteatro de pedra natural e do terceiro lado por uma lagoa azul-turquesa e praia de pó branco. Nunca há qualquer ondulação ou vagas dentro do buraco, e a visibilidade é geralmente entre 15 e 30 metros (50-100 pés). Na superfície do “Blue Hole” é 25 x 35 m (80 x 120 pés), mas abre depois de 20m (60 metros) em uma caverna com um diâmetro de pelo menos 100 metros (330 pés).

É ainda desconhecido como “Dean Blue Hole” foi formado, como é quase duas vezes tão profunda como qualquer outro “Blue Hole” no Caribe que foram formadas quando câmaras de calcário cederam de cima. Uma hipótese é que uma caverna muito mais profunda foi ligeiramente movida para cima.




Um cardume de tarpões em suspensão nas sombras a 30 m (100 pés) e uma tartaruga amigável, por vezes, vem o buraco para uma pausa das ondas do oceano. Os corais, cavernas e bancos de areia do lado da entrada do porto, todos os tipos de peixes de recifes tropicais, meros e pargos.


Método

Vertical Blue é uma escola de mergulho livre fundada sobre três pilares da Academia Apnea:

- Sensibilização
- Segurança
- Gozo

Qualquer prática que não possui um desses elementos será incompleta, o objectivo é alcançá-los todos ao mesmo tempo atendendo aos objectivos individuais do aluno. Na Vertical Blue o curso teórico é integrado perfeitamente com exercícios práticos, tanto mentais como físicos, numa abordagem equilibrada que promove a aprendizagem.


A investigação da física, a fisiologia e a psicologia dos cumprimentos como um desporto, onde se é guiado através de exercícios precisos para melhorar as performances de apneia, aprendendo como aproveitar ao máximo a respiração, a fim de usá-lo como uma ferramenta para relaxamento e mergulhos livres mais longos e mais profundos.

Na sua formação para tentativas de recorde mundial o Director William Trubridge, desenvolveu várias técnicas completamente novas e exercícios de treino, sendo estes incorporados no programa do curso de 5 dias avançado.

Eles incluem:

- “MinEE”
- A estratégia de mergulho para minimizar o gasto de energia
- “No warm-up” de mergulho para reforçar o mergulho reflexo
- Divisão da pirâmide de treino para construir uma base de aptidão e apneia
- Regressão infinita através de yoga
- Subordinada programação da mente inconsciente

Fonte: Stuff.co.nz Vertical Blue

3 comentários:

António Simões disse...

Para mim será sempre o meu heroi...
Jaccques Mayol, o mitico, o lendário a ultrapassar pela primeira vez os 100 mtros nos anos 70. Quem não se lembra do duelo de então?? O Italiano Enzo Majorca versus Mayol?? Se o quiserem ver ou relembrar adquiram esse fabuloso filme " Imensidão Azul" ou na versão francesa "Le Grande Bleu" de 1980 e deixem-se levar para o grande azul lentamente. UMA EXCELENTE prenda de natal para os verdadeiros Amigos, para as abissais consciencias da n/vida dedicada ao mar...

Fantástico!!

António Simões

Sargus disse...

Find me Jacques...

Find me the little French man...

Find me Jacques Mayol...

(Enzo para Roberto)

Caro amigo António, talvez seja o filme que me marcou, já o vi sem exagero um bom cento e algumas dezenas de vezes, recomendo para alem do filme as duas bandas sonoras do Eric Serra.

O filme, a história, as ilhas gregas de santorini, as ilhas virgens, os golfinhos, o mar e a amizade fazem desse filme um grande filme...

Jacques Mayol foi o primeiro Homem a introduzir o Yoga na apneia, alem de ter sido o 1º a ultrapassar a barreira dos 100 m, (com barbatanas e lastro) o mais inedito foi William o ter feito sem barbatanas e sem lastro.

Já vi que partilhamos o gosto pelo mesmo filme.

Abraço

Anónimo disse...

Achei muito legal esse vídeo.
Sem dúvida esse recorde exigiu muito fôlego para ser quebrado.

Eu tenho uma dúvida com relação ao vídeo, porque depois de uma certa profundidade ele consegue afundar sem o auxílio dos braços e das pernas??