Sargos com artificiais


A prova esta dada, o meu amigo Carlos Lázaro provou a "artificial fever" e já não quer outra coisa, para alem de todos os fins de semana capturar um labrax ou vários, agora teve a felicidade de capturar um sargo com uma Angel Kiss pela boca, tal não é o apetite voraz do diplodus para se atirar a uma artificial com 14 cm, em termos de comparação o exemplar teria aproximadamente 30 cm.

Ainda pensamos em aperfeiçoar as iscas dando-lhe um aspecto mais ou menos cómodo para a pequena boca dos sargos, enfim, as teorias vão caindo pelas praticas que mais ou menos vão acontecendo ao longo das nossas jornadas.

De salientar o facto de um "velho" lobo do mar que se encontrava à maré ter ficado bastante surpreso com o que viu, pois presenciou a captura e esclareceu que se não tivesse visto jamais teria acreditado pois foi a primeira vez...

O mar, a fauna e a flora é de facto algo que esta em constante transformação e não para de nos surpreender.

22 comentários:

xandre disse...

Boas,

Sr. Carlos alem de robalos ainda tem de ir pescar os sargos ao seu amigo Fernando!!!! Não tem vergonha?!!
Fernando é preciso ser mesmo muito amigo para teres amigos desses.

Abraço
xandre

Ricardo disse...

Viva Fernando!

Dá os meus PARABÉNS ao "Coucello de Odemira", perdão... ao Carlos! :-)

Agora a sério, aqui na Ericeira, há coisa de pouco menos de um ano, numas sessões de spinning que ficaram famosas, também houve uns companheiros que ferraram, pela boca, sargos e salemas.

Grande Abraço,

Ricardo Silva

Anónimo disse...

Boas
Se não fosse a foto também não sei se acreditaria a 100%, é realmente espantoso. Nunca imaginei um sargo a atirar-se a uma amostra em movimento, já que preferem pegar no isco e levar para um buraco, ao contrario do robalo que ataca em movimentação. Já agora uma pergunta: Quem apanhou esse sargo estava a pescar mesmo ao sargo ou ao robalo??

Jorge

Sargus disse...

Boas Xandre,

Eh, eh, eh, o Sr. Carlos deixou literalmente a pesca do sargo, já não o consigo demover a deixar os labraxs em prol dos diplodus, para além de eu ter de interromper o defeso dos sargos ;) brevemente...

"Fernando é preciso ser mesmo muito amigo para teres amigos desses."

Eh, eh, eh, bem sabes como as coisas funcionam e terá de ser sempre assim, a amizade e o gosto pela pesca e mar são comuns, ou as coisas serão de outra forma completamente diferentes.

Abraço caro amigo.

Sargus disse...

Viva Ricardo!

"Coucello de Odemira"???
Aquele jovem que vestido de verde anda a enganar os robalos tipo por desprezo???

;)

Já apanhei viúvas e bogas por incrível que pareça pela boca :( também alguns robalos de kg

:(

Grande abraço Ricardo

Sargus disse...

Viva Jorge,

As fotos não provam nada a 100% pois poderia ser uma montagem, agora primo pela veracidade dos factos que tenho ao longo deste tempo colocado neste blog.

Os sargos atacam em movimento também, não consegues imaginar um camarão parado à espera de ser devorado por um sargo e no entanto eles chamam-lhe um pitéu, por outro lado quando engodamos ao belisco os sargos andam em movimento em cima dos lavadiços a comer os pedaços de sardinha, nas areadas fazem o mesmo, com o rebentamento da ondulação em cima dos bancos de areia procuram a teagem que anda no turbilhão de água oxigenada, são só exemplos...

Já tive relatos de amigos e conhecidos que tiveram o mesmo prazer...

O meu amigo Carlos estava mesmo a "spinnar" ao robalo.

Abraço

Robalos ao spinning disse...

Salemas ja vi sair, agora sargos n fazia ideia.
Parabens pela inovação!

Abraço e boas capturas!

Pedro Gomes

Dani disse...

Hola fernando.
Pues si que es verdad que los esparidos entran muchas veces a cebos artificiales.
Ya he visto como pescaban dentones con artilugios parecidos a chivos,y sargos reales igual,aunque estos ultimos estan mucho mas al fondo,pero ya no es la primera vez que lo veo.Pero claro,yo lo he visto en videos por desgracias,aunque es un apunte muy interesante.
Luego decir si sera simplemente el ataque por boracidad o por dominio de los espacios...?¿
Un saludo

tpsk disse...

É pois ??? Pois é!!!
(no se que significa pero me gusta XDDD)

Esto de la mar y la pesca es la sorpresa continua, diversión!!!

Un cordial saludo.
Toño

Sargus disse...

Viva Pedro,
Inovação não será certamente, é a mesma situação, artificial certa no segundo certo ;)

Abraço Pedro

Sargus disse...

Hola Dani,
Si muchos esparideos que tienem la voracidad superior tienem la mesma disposicion para se lançarem aos artificiales, es assim com los jigs e chivos pero que sera igual con los artificiales normales para la lubina.

Muchas gracias pelo comentario.

Un cordial saludo.

Sargus disse...

Hola Toño,
Grato pelo comentario.

A nosotros gusta la mar e la pesca siempre...

Sorpreza, diversion, preservacion, amizad e capturas la nostra essencia

Un cordial saludo.

MR disse...

Esse homem não para, mas isso foi a revolta dos sargos, por nós como tu dizes telos posto em defeso, hehe. AB

Pedro Russo Baião disse...

Ahah! Grande Carlos!

Esse sargo devia estar mesmo numa de rambo!!!

Keep on rocking neles!

Abraços para os camaradas de vício alentejanos!

António Simões disse...

Viva Fernando,
Com as borrachas vermelhas de noite passa-se o mesmo.Se de dia em agua rabujenta o sargo ataca esfomeado, de noite a raridade é fenómeno,( pois o campo visual diminui,com aguas mexidas) já a presenciei num sargo para cima de 1 kg, que numa zona de rebojo entre a restinga e as pedras que mariscava, um colega meu fez uma paragem de segundos para deixar calibrar a borracha mais fundo e...o sargo não se fez rogado,cravando a "vermelhinha" nos rijos dentuços.(o movimento ondulante do artificial,junto á pedra confundiu o sargo com alguma teagem ou bicha do mexilhão que se soltou)

São sempre casos raros,de dia ou de noite,mas que atacam , atacam. Já bogas, salemas, tainhas, em suspensão ou superficie é normal atacarem os artificiais.

Abraço, parabéns pelo blog ,continua a ser o mais criativo, informativo e participativo.

António Simões

Sargus disse...

Viva Miguel,

É verdade o homem esta mesmo um fenómeno ;)

Robalos papudos, sargos, enfim...

Abraço.

Sargus disse...

Viva Pedro,

O sargo estava mais numa de rezar pelas virgens, colocar uma carga de dinamite e fazer-se explodir junto ao artificial...

Abraço Pedro.

Sargus disse...

Viva caro António,

O meu agradecimento pelo comentário e por partilhar essa experiência connosco, na realidade com a partilha de situações destas conseguimos desmistificar alguns pontos que até poderão parecer impossíveis ou abismais, mas a natureza e o instinto perdativo das inúmeras espécies tem destas coisas...

Grande abraço amigo António.

Ernesto Lima disse...

Viva Fernando!

Mais um fenómeno! Lol

Não sei se terá sido fome, ou defesa de território ou de desova!

Que alguma coisa foi, é verdade! Lol

Abraço!

Ernesto

Sargus disse...

Viva caro amigo Ernesto!

Também não sei se terá sido fome, vontade de comer, defesa de território...

Algo se passou ;)


Grande abraço!

Filipe disse...

É Realmente fantástico e supreendente!

O Teu Blog está cada vez melhor Amigo

Temos de combinar 1 pesca

Um abraço ;)

Sargus disse...

Viva Filipe,

O meu agradecimento pelo comentário, sim claro um dia combinamos uma pesca ;)

Grande abraço.