Pesca com vento forte


Pesca de hoje com bastante vento, embora o estado do mar não apresentasse condições anormais de ondulação mantinha aproximadamente os 2 metros (tocado a vento), situação que mesmo assim, me proporcionou duas tentativas a dois pesqueiros distintos.

O primeiro foi um pouco atribulada a descida, uma vez que tive de baixar bastante o centro de gravidade (tipo ir de cocaras), de forma a que o vento não me desequilibra-se na descida fazendo com que chegasse mais rápido ao final da mesma (certamente não pescaria mais nesse dia nem nunca mais).

O pesqueiro em si, é o meu preferido, embora o vento não se fizesse sentir muito no local, incomodava a acção de pesca. Após ter engodado e pescado aproximadamente uma hora no local, tendo em 20 exemplares aproximadamente trazido apenas 2 de 500 gramas, resolvi abandonar o local.


Em meia hora já estava no segundo pesqueiro, maré a subir, vento e ondulação não era tarefa fácil mas lá passei para a pedra ainda sem me molhar.

À chegada e com apenas três sardinhas para a água (ao belisco), comecei a ver os sargos a virem comer à superfície, um bom sinal, pois esse factor deu-me a certeza de fazer umas capturas, só não sabia quantos e que porte teriam, se se iriam manter no local e se o mar me deixaria estar por lá algum tempo...

As capturas foram sendo feitas, alguns sargos de pequeno porte libertados, apesar de utilizar o anzol mais selectivo 2/0 (felizmente nenhum dos libertados engoliu o anzol). A amplitude da maré ia subindo e com a mesma as salemas chegaram ao pesqueiro, o que limitou bastante a captura de mais sargos, coisa que o aumento do vento também ajudou, pois a ausência de capturas devia-se ao pouco lastro na pesca ao engano, uma vez que, o chumbo era pouco para manter a isca a meia água, sendo que o forte vento fazia arco no fio levantando o lastro até quase à superfície. Nada que o aumento do lastro não resolvesse...

O resultado final foi este.

Cana: Titanus Power Strike
Carreto: Vega Regal 40

5 comentários:

Pedro Nunes disse...

Boas Sargus! Mesmo com este vento ainda te safaste!
Saude

PêJotaFixe disse...

Fernando,
Não sei qual dos post´s hei-de comentar... Se este ou o anterior. AHAHAHAH Mas penso que são os dois de hoje.
Já vais criando uma veia Marafada! Mesmo com picaretas em braza foste lá! eheheheheh Eu este fim de semana dei-lhes descanso. Familia... Belos peixes! Não viste a MIA? AHAHAHAHAH Durante esta semana vamos ver se lhes damos um tareião?

Abraço e saudações piscatórias

Sargus disse...

Viva Pedro.

É verdade, lá calhou desta vez...

;)

Abraço.

Sargus disse...

Viva Paulo.

Não te preocupes, aquilo foi teste, já transferi o teu comentário para aqui.

Veia de coral...

Fiz uma descida com corda que tantas, mas tantas vezes fiz sem corda, e hoje penso como foi possível ter descido tanta vez e nada ter acontecido...

Sorte...

Não vi nenhuma MIA, temos é de adquirir duas MIAS para começar a fazer uns movies que fotos com o telemóvel não da...

;)

Abraço.

Sérgio Tente disse...

Boas Fernado,

Bonitos sargos. Por aqui o vento também tem andado desnorteado e mesmo que se vá por teimosia não se tem conseguido as condições mínimas para se conseguir pescar.

Abraço