SEPNA - Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente


O SEPNA - Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente, disponibiliza em www.gnr.pt, um serviço on-line para onde podes enviar o teu e-mail, anónimo ou não, onde podes descrever algo que tenhas presenciado, ou que seja do teu conhecimento.

Se preferires o MAOT - Ministério do Ambiente e do Ordenamento do Território, também disponibiliza um serviço disponível 24h por dia através do contacto 808200520.

Participa, ajuda a preservar o Ambiente

Denuncias

Fonte: ci.esapl

2 comentários:

isabel brito disse...

Em nome do ambiente,da natureza e em especial o NOSSO PLANETA venho solicitar que se sensibilize as autarquias, para o facto de se ter cuidado com as limpezas sistematicas c uso de roçadoras sem se ter em conta esta altura do ano tão previligiada com flores campestres tão necessarias à preservação e manutenção de , especies em extinçao como borboletas, joaninhas e não só!!!
Basta que se sensibilize quem faz essas limpezas, para cortarem o mato e deixarem as flores,(que duram cerca de 1 mês em floração) Para além de embelezarem as bermas das estradas e os campos do nosso Pais,são de importancia primordial e vital para a manutenção e continuidade do nosso PLANETA.
PODE_SE ROÇAR O MATO; POUPANDO AS FLORES IMPRESCINDIVEIS AO NOSSO PLANETA!!!!
Uma cidadã do mundo e do nosso PORTUGAL
Isabel Brito

Sargus disse...

Caríssima Isabel Brito, agradeço o seu comentário, bem como a preocupação sobre o ambiente.

As autarquias estão sensibilizadas para essas e outras temáticas, possuem técnicos e estruturas perfeitamente enquadradas com a legislação em vigor e mecanismos de defesa, vigilância e combate a situações de perigo ou risco ambiental, para alem do facto de trabalharem em articulação com as demais entidades responsáveis pela gestão e defesa da floresta.

A limpeza sistemática com o uso de roçadoras mecânicas e manuais, apenas se verifica nas bermas das estradas, ora nas estadas municipais e/ou caminhos vacinais (responsabilidade das autarquias), ora nas estradas Nacionais (responsabilidade da Estradas de Portugal, E.P.). A limpeza sistemática que fala, apelida-se de Gestão de combustível/Silvicultura preventiva) indispensável à minimização do risco de propagação de incêndios florestais.

Por outro lado as Comissões Municipais de Defesa da Floresta Contra Incêndios(CMDFCI) são compostas por diversas entidades, publicas e privadas com competência na área, por exemplo (AFN, Município, Corpos de bombeiros, EPNA/GNR, ICNB,I.P., Empresas florestais, etc).

A única gestão efectuada do meu conhecimento nesta fase (anterior à fase Charlie do DECIF (Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais) é única e exclusivamente numa faixa de sensivelmente 1 a 2 metros das bermas das estradas, como deve imaginar será quase impossível tratar da manutenção das faixas de rodagem com essa preocupação de deixar as flores nas bermas das estradas.

Reitero os agradecimentos pelo comentário e preocupação com a natureza.

Atenciosamente

Fernando Encarnação