Deixou de ser proíbido levar animais para a praia

Quando alguém seja abordado por algum Nadador Salvador ou Agente da Policia Marítima, quando se deslocar a alguma praia com assistência que leve o seu animal de estimação tem aqui um possível "álibi":

Quando chegar ao areal e der de caras com algum Nadador Salvador ou Agente da Policia Marítima que o aborde por causa do animal de estimação, pode alegar que não vai para a praia com nenhum animal de estimação, vulgo levar o cão à praia. Pode responder que o animal só foi consigo para facilitar a apanha de perceves, uma vez que está previsto pela Portaria nº868/2006, já que é unicamente permitido a apanha deste marisco à mão, com os pés ou com o auxilio de um animal.

Nota: DEIXOU DE SER PROIBIDO LEVAR ANIMAIS PARA AS PRAIAS

5 comentários:

Luís Duarte disse...

Bem metida essa!!!!!!
Tenho de levar os meus 5 cães a ter umas aulas de apanha de perceves!!!!

Sargus disse...

Pois é Luís, era o que o "Legislador" merecia após ter colocado tamanha barbaridade destas numa Portaria.

Agora sub entende-se por animal, qualquer ser vivo inracional de duas ou quatro patas, ficam aqui alguns exemplos que teriam a sua piada:

Cavalos, vacas, ovelhas, cabras, galinhas, porcos, etc...

Devia de ser uma coisa gira de se ver, a chamada "Arca de Nóe Lúdica"

;)

José Germano disse...

É uma óptima observação.

Eu não costumo apanhar marisco, nem vejo habitualmente muito o pessoal que o faz... Faz-se com animais!?

Há cães e porcos treinados para a apanha da trufa... Custa-me a crer que os haja para os perceves...

A minha dúvida é: Em que animal estariam eles a pensar?

Sargus disse...

Viva José Germano,

Eu costumava apanhar, gostava da adrenalina da ondulação a bater nas rochas onde estão os melhores perceves, e ter de me baixar ou "alapar" ás rochas para não ser levado e as ondas passarem por cima de mim...

É de facto um marisco muito saboroso, talvez um dos melhores na minha humilde opinião.

A apanha de marisco, neste caso dos perceves faz-se com um utensílio à dezenas de anos chamado de "arrelhada", similar a uma espátula normalmente em ferro preso a um cabo de madeira, que tem por finalidade secundaria o apoio nas rochas, o único animal capaz de apanha-los somos mesmo nós, os sargos, safias e talvez as douradas .

"A minha dúvida é: Em que animal estariam eles a pensar?"

A essa duvida não poderei responder porque não existe garantidamente animal nenhum que os apanhe sem sermos nos os humanos.

Abraço.

Anónimo disse...

Mas não acham falta de higiene levarem os animais?!!!!