Robalos no Rio - O dialogo







11 comentários:

CANTINHO DA PESCA disse...

Parabens;
Uma brincadeira bem feita com um optimo dialogo rsrsrs
Um abraço

Anónimo disse...

Amigo Fernando robalo,,,
Para mim sao lisas na desova..........
hehehe..num rio em portugal.
p.conceicao...

PêJotaFixe disse...

Amigo Fernando,
Não lhe fez a vontade e enviou-lhe a artificial? Eheheh

Abraço e saudações piscatórias

Sargus disse...

Viva Cantinho da pesca.

Uma brincadeirinha para levantar o astral...

Obrigado pelo comentário.

Um abraço.

Sargus disse...

Boas P. Conceição.

São de facto liças, não na desova mas no seu ponto de concentração habitual, embora por lá andassem uns robalinhos entre o quilo e meio e os dois quilos, e é claro, num rio de portugal.

:)

Abraço.

Sargus disse...

Viva Paulo.

Não não lhes fiz a vontade, é bom passar no caminho de casa para o trabalho e observa-los bem perto...

;)

Abraço.

quim disse...

tá um espectáculo, parabéns


quim

Sargus disse...

Boas Quim.

Obrigado pelo comentário.

;)

Abraço.

Anónimo disse...

Gostava de ver era os comentários do responsável pela autarquia de Odemira e o responsável pelo parque natural acerca da MERDA que corre todos os dias para o rio mira dentro da vila e em pleno século 21 como se pode ver nas imagens

ps:no mira tão a montante não há tainhas nem lisas mas sim muges

Sargus disse...

Caro anónimo.

Quanto a esse respeito, penso que isso está estipulado e englobado no Projecto de Requalificação de Odemira, que tende em dividir o que é águas pluviais e esgotos, sendo que as águas pluviais ficarão ligadas a essas saídas e o esgoto será reconduzido para a Etar que trata esses resíduos.

Sem essa intervenção não seria possível esta solução pois creio que deve saber que Odemira é composto como a maioria das vilas de uma parte velha e outra nova.

"ps:no mira tão a montante não há tainhas nem lisas mas sim muges"

"taínha" é a designação vulgar de vários peixes da família dos mugilídeos, sendo que a maioria pertence mesmo ao gênero Mugil.

Sendo que a família dos Mugilidae inclui cerca de 80 espécies divididas por 17 géneros, entre as quais, são ainda conhecidas pelos nomes de muge, mugem, fataça, lisa etc.

;)

Obrigado pelo comentário.

Luís Duarte disse...

Boas Fernando, já passei uns bons monentos a observar esses amigos na lida deles, agora não o poderemos fazer durante uns dias, mas assim que seja possivel vou filmar esse ritual.