1º Aniversário do Oceanus Atlanticus


Foi à um ano que iniciei este projecto pessoal, perdi algum tempo com ele, mas manifestamente estou contente por tê-lo iniciado, quero desde já agradecer a todos os que o frequentam, comentam, opinam, o meu cordial agradecimento, deixo de seguida a 1ª entrada que coloquei no Oceanus Atlanticus.


Consiste na utilização de canas, deve ser do tipo canolon 4.5 ou 5 metros de encaixe, pois facilita bastante a mobilidade de deslocação para a descida do pesqueiro e subida, carretos fortes, já que este tipo de pesca proporciona por vezes grandes lutas e boas capturas.Este tipo de pesca foi sendo inovado em termos de material, mas quem não conhece as velhas maquinas Rocha (carreto) e as varas Sportex (canelons), actualmente no mercado e com as inovações no mundo da pesca, temos ao dispor bom material, mais leve e melhor ou igual ao que era/é utilizado.Como é uma técnica de pesca que necessitamos de uma cana com uma boa acção, dada a necessidade de “medir forças” entre o pescador e o peixe, teremos de ter em atenção a qualidade razoável da cana, bem como a qualidade e medida do fio a utilizar na “madre” 0.70/1.00 e no “empate” 0.70/1.10.


Devemos escolher pesqueiros que tenham um fundo de pedra ou mistos, embora os fundos mistos trazem-nos o eterno problema, as pulgas-do-mar, que num ápice nos limpam literalmente a isca do anzol.


Os fundos de areia tem também outro inconveniente, o de taparem grande parte dos buracos que abrigam os safios, moreias, abróteas, rascaços, que são as espécies mais comuns, apesar de por vezes os robalos darem o ar da sua graça, não muitas vezes mas é bem possível numa noite de alguma sorte se capturar algum robalo.


Uma das coisas mais importantes é termos atenção á segurança, nas nossas saídas para estas jornadas vamos sempre bem equipados com uma lente de testa e pilhas suplentes, calçado próprio, roupa confortável e que nos permita liberdade de movimentos, escolhermos um pesqueiro que tenha uma altura segura, é claro que não convém ser muito alto, pois se capturarmos algum bom exemplar temos de dar muito aos braços até o conseguirmos capturar na modalidade caldeirão (levantar o peixe sem o auxilio do carreto, apenas puxando o fio á mão, a cana serve de roldana para que o fio não vá á pedra e parta).Uma nota de atenção este tipo de pesca faz-se apenas em noites escuras, últimos dias do quarto minguante, lua nova e primeiros dias do quarto crescente. Devemos ter também atenção quando utilizarmos o candeeiro a pilhas ou gás devemos coloca-lo num ponto que não transmita luz para a água, bem como termos o cuidado de não apontar luzes para a água, o peixe da noite não gosta de luz.


Os anzóis mais utilizados são os direitos nº 8/0 e 10/0, o que permite a utilização e iscagem de grandes iscas, nomeadamente para iscada de sardinha inteira ou metade da mesma, podemos optar pela iscada inteira ou filetes de peixe (conforme iscos).As chumbadas a utilizar devem rondar as 70 e as 100 gramas, podemos fazer um "fusível" para a chumbada prendendo-a á parte num fio de diâmetro mais fino tipo 0.35, para no caso desta ficar presa ao fundo parte pelo 0.35 e não pelo 0.80, embora a utilização do "fusível" traga outra mais valia, se no caso de termos um peixe ferrado e a chumbada estiver presa, ao partir o 0.35 perdemos a chumbada mas nunca o peixe ferrado.

A colocação do “starlight” na ponteira da cana facilita-nos a visibilidade da mesma e a percepção do toque do peixe, apesar de ser defensor de que neste tipo de pesca deveremos ter sempre a cana na mão, não vão diabo tece-las.A utilização de um cabo de madeira, tipo moca é uma mais valia, já que quando apanhamos uma moreia devemos ter o cuidado de a matar de imediato já que são um perigo, procedemos a uns toques com a moca na cabeça das moreias. Como iscas temos uma grande variedade de escolha que podemos optar; sardinha (a mais utilizada), bogas, cavalas, tainhas, salemas, polvo, lulas.


Para o engodo devemos utilizar a sardinha como sempre, podemos levar um pisa e devemos moer pouco as sardinhas, deixar grandes pedaços, podemos adicionar areia para que o engodo se encaminhe directamente para o fundo. O estado do mar que mais favorece este tipo de pesca é quando não existe muita força de fundo, tipo entre o metro e os 2 metros.Nota: Peixe pequeno é devolvido ao mar, por exemplo, safios (samirros) com 1.5 kg por exemplo é devolvido ao mar, já as moreias é muito complicado lidar com elas para lhe tirar o anzol e as devolver ao mar.

20 comentários:

xandre disse...

Amigo Fernando,

Muitos Parabéns pelo Blog. Faço votos de que continues a abrir as portas deste teu Oceanus Atlanticus a todos aqueles que contigo partilham desta paixão pelo Além Tejo, pelo mar e pelas pescarias. Que, como nos tens habituado, continues a fazer deste espaço um local onde gostamos de regressar todos os dias...

abraço
xandre

Anónimo disse...

Parabens Fernando.

Parece que foi ontem que o blog começou, tens aqui um trabalho digno de ver e rever.

MUITO OBRIGADO por esta pequena biblia.

MarioBaptista disse...

Viva amigo!

Deixa-me dar-te os parabéns por este teu espaço, feito não de compilações daqui ou dali, mas de uma experiência e inter-relação com o reino de Neptuno.
Continua! É sempre um prazer renovado visitar este 'cantinho'.

Abraço e até ao Almograve!

Mário Baptista

Sargollini disse...

Grande Fernando,Parabéns por este 1º ano do teu excelente blog que é sem sombra de dúvidas um dos melhores blogs de pesca Português !

Espero que durante este ano continues a brindar-nos com mais alguns formidáveis relatos de capturas e artigos,como nos tens habituado !

Um forte abraço
Sérgio

Rodrigo Zacarias disse...

Muitos Parabens. Tens aqui um belo Blog mano

Sargus disse...

Viva Xandre,

O meu agradecimento pelos votos, assim espero caro amigo...

Grande abraço

Sargus disse...

Viva caro amigo anónimo.

Parece mesmo que foi ontem que o blog começou, mas já passou um ano.

O meu agradecimento pelo comentário.

Grande abraço.

Sargus disse...

Viva Mário!

O meu agradecimento pelos votos caro amigo, é sempre um prazer.

Tento colocar assuntos, que alguns, até são um pouco polémicos, mas temos de aceitar as opiniões de todos, daí ser aberto a comentários, graças a deus nunca tive problemas com ninguém sobre os mesmos...

Abraço e até ao Almograve!

Sargus disse...

Viva Sérgio,

O meu agradecimento pelos teus votos, não querendo ir contra o teu comentário, existe muitos bons espaços pessoais a este nível em Portugal, e o Oceanus nem é apenas vocacionado para a pesca, mas sim para de uma forma geral, com assuntos de interesse para pessoas como nós que gostamos da pesca, do mar, da preservação de recursos e ambiente, etc.

Vou tentar não sair do rumo que tracei neste ano transacto.


Grande abraço Sérgio

Sargus disse...

Viva Roger,
Obrigado pelo comentário.
Cá estamos como sempre.

Grande abraço ;)

MR disse...

Siga a Marinha por muitos anos,
Continua meu.

AB

tpsk disse...

Enhorabuena Fernando, estupendo blog este que me gusta mucho visitar, ¡¡¡FELICIDADES!!!

Un abrazo amigo.

Pedro Russo Baião disse...

Continua a rockar com o teu blog Fernando, it is excellent comrade!

Ricardo disse...

Viva Fernando!

Já venho atrasado mas não podia deixar de te dar os meus sinceros PARABÉNS pelo primeiro aniversário deste teu excelente projecto!

Grande Abraço!

Ricardo Silva

sargoloco disse...

parabéns, fernando, pelo primeiro aniversário de teu estupendo blog. É muito interessante , cheio de qualidade e paixão.
um cumprimento

Sargus disse...

Hola Toño, graçias amigo.

Cordial saludo.

Sargus disse...

Viva Pedro,
Obrigado pelo comentário caro amigo, assim vou tentar ;)

Grande abraço.

Sargus disse...

Viva Ricardo!

Obrigado caro amigo, sei que acompanhas e intervéns claramente nos assuntos com a tua opinião porque também te preocupas com as situações e tens opinião formada sobre os assuntos, agradeço te por isso.

Grande Abraço.

Sargus disse...

Hola Carlos,
Obligado por el comentario, amigo, dividimos la pasión y lo conocimiento con los que gustan y se preocupan con el mar y todo el que lo rodea. La pesca es nuestro eslabón de llamada y así va a continuar, quiero manifestar también que tu blog Sargo Loco es de facto estupendo por el gusto, dedicación y pasión que transmites.

Cordial saludo.

Sargus disse...

ola Carlos,
Obrigado pelo comentario, amigo, partilhamos a paixão e o conhecimento com os que gostam e se preocupam com o mar e tudo o que o rodeia. A pesca é o nosso elo de ligação e assim vai continuar, quero manifestar também que o teu blog Sargo Loco é de facto estupendo pelo gosto, dedicação e paixão que transmites.

Cordial saludo.