Sargos, muita ausência


A captura de alguns sargos efectuada recentemente, o local escolhido coincidido com uma zona rochosa em preia-mar, cercada por uma forte densidade de sedimentos.

Os iscos utilizados fora a sardinha, a qual apenas serviu para engodo e o camarão, tendo sido efectuada a sua iscagem através de pequenos fragmentos de miolo de camarão.

O peixe apesar de pouco estava a ferrar bem, com a primeira hora de vazante o pouco peixe existente no pesqueiro desapareceu.

4 comentários:

Paulo Cabrita disse...

Viva Fernando,
Têm andado difíceis (e muito miúdos) mas já vão dando um ar de sua graça.

Saúde, da boa! ; ))

Francisco Belo disse...

Mékié Fernando!!
Esses fragmentos de camarão já fizeram estragos :)
Força aí e forte abraço

Sargus disse...

Paulo, já vai sendo tempo de aparecerem os tais sargotes tamanho XL e XXL

Cumps

Sargus disse...

Boas Francisco, deu para brincar ao pescador de sargos, experimenta a fazer uma iscada dessas e coloca a numa poça de agua, mexendo-a verticalmente e vê o efeito. Isca com um camarão inteiro descascado e vê a diferença. Pode são ser muito diferente quando estão a montes no pesqueiro, mas quando andam esquisitos...

Imagina o na frente de um sargo.