Spinning: Ultima jornada de 2013


Mais uma jornada na companhia do Pedro Rosa, iniciamos por volta das oito horas da manhã, no mesmo local onde tinhamos efetuado as capturas nos dias anteriores, desta vez o mar encontrava-se relativamente mais parado que os dias anteriores, onde a força de fundo se notava significativamente nos locais que frequentamos com água pela cintura.

No inicio começamos pela observação do mar do alto da falesia, notamos a ausencia de grandes cardumes nas ondas, como tinhamos presenciado nos dias anteriores, mas resolvemos começar por uma zona de sedimentação que se notava perfeitamente em movimentação, tendo em 12 horas percorrido aproximadamente cerca de 60 metros.

 
 
Os primeiros exemplares foram ferrados aos primeiros lançamentos, muito peixe pequeno, bailas principalmente e alguns robaletes, era praticamente um de dois em dois lançamentos, penso que libertei umas oito bailas e uns seis robalos.


Desta primeira investida efetuei apenas tres capturas, resolvemos mudar de local, sendo que voltamos a investir numa zona de sedimentação, batida no ultimo dia, ao chegar ao local, resolví deixar este local ao Pedro, e encaminhei-me para uma zona não muito afastada mais a norte.

O Pedro ao chegar ao local efetua cinco capturas praticamente seguidas, eu apenas efetuei mais uma e libertei mais dois robalos.

Resolvo mudar novamente de local, e efetuo aos primeiros lançamentos uma captura, volto a insistir numa zona de canal e sinto algo preso, um peso morto, pensei ser algo que estivesse no fundo, quando olho para a água aberta vejo um robalo ferrado, a ser seguido por mais dois exemplares ligeiramente maiores que o ferrado.
 

 
Verifico como o artificial estava ferrado, e qual não foi o meu espanto quando observo que o mesmo estava totalmente inserido dentro da boca deste exemplar, como estava a uma distancia considerável do local onde tinha deixado o saco, resolvi rebocar literalmente o exemplar até uma zona onde o consegui-se segura-lo em segurança, uma vez que tinha um artificial completamente cravado nas guelras, e segurar um exemplar nas guelras nestas condições para mim está completamente fora de pratica.


O resultado desta ultima jornada do ano foi um grande dia de pesca na companhia de um grande amigo, bons momentos de pesca, boa disposição, foi apenas inferior em termos de adrenalina comparativamente com as jornadas anteriores pois o mar escontrava-se mais parado, o que nos limitou nas investidas em mar aberto. 

Alem das sensações efetuei a captura de cinco robalos e uma baila, o Pedro efetuou seis robalos e uma baila.


Peso: Entre 1,000 kg a 2,700 kg
Fundo: Areia
Maré: Baixa-mar
Multi-filamento: Dynacast - Bass Braid - Sakura 0,18 mm - 20 lb
Cana: Luxxe Spin - Vega
Carreto: Hiro Alu e Vega MT-40 (devido a problema no travão)
Artificial: Akada/Saltiga/X3





2 comentários:

Pedro Nunes disse...

Boas Fernando!
A ultima postagem do ano, espero que as primeiras do ano também sejam deste calibre :)
Mais uma vez tiveram umas excelentes capturas e um bom conjunto...
Parabéns pelas capturas...
E já agora parabéns atrasados ;)
Um abraço e boas festas.

Sargus disse...

Boas Pedro.
A ultima mesmo...
Para o ano haverá mais certamente, vamos ver se será desta que saí o XXL.
Umas Boas Festas para ti e para os teus, grande abraço.
Para o ano vamos encontrar-nos aí por baixo para uma pescaria ;)