Protect - Estudos Científicos Para Proteção Marinha na Costa Alentejana


Objetivos


Plano de Trabalho  
Ações a Desenvolver


Resultados
Resultados Esperados
Difusão dos Resultados
Impacte no Setor


Equipa
Entidades Envolvidas
Investigadores


Ligações
Notícias
Galeria Multimédia


Fonte: Protect Uevora

5 comentários:

Matos disse...

Boas amigo Encarnação,

peço desculpa se estiver a dizer alguma bacorada...ou asneira pois estes artigos nunca os leio até ao fim... e vou explicar porquê:

Venham as ideias que vierem, até as mais bem intencionadas e assertivas de todas... que quando não há justiça e cumprimento de leis num país... é uma absoluta perda de tempo pois não irão dár em nada e com uma agravante:

poderão haver interesses escondidos por detrás destes dito acordos.... como quase sempre os há ;)

Grd abr, e bom ano de pesca.

Anónimo disse...

nao chega ja as restriçoes os defesios um homem paga licenca igual a voçes ai em baixo e nao pode apanhar nada é isso que querem proteger proibir as pessoas de irem ao mar e ainda vem estes com proteçoes deve ser do tipo que fizeram aqui em sesimbra abram os olhos enquanto e tempo e nao deixem fazer isso aivao ver o que vai acontecer

Pinto

Henrique Ruas disse...

Tirando um ou outro ponto, acho que as restrições que temos já são mais que as suficientes para proteger as espécies e demais. O que faz mesmo falta é fiscalização para as regras que existem sejam cumpridas(o que não está a acontecer), caso contrário, nem estas nem as que vierem terão qualquer efeito.
E o pior.... é que depois há os que cumprem sempre tudo e estão lado a lado com quem nunca cumpre nada e sai ileso. Esta é uma situação injusta e motivadora fazermos o mesmo.

Isto dá pano para mangas.
cumprimentos a todos

Anónimo disse...

concordo com o ruas pois se nao tem nenhum estudo sobre as restriçoes que ja colocaram querem dificultar a vida ainda mais ao pescador?

Sargus disse...

Boas, a todos, desde já obrigado pelos comentários, a disponibilidade não tem sido muita, mas vou tentar saber mais sobre este protejo e os moldes que o mesmo envolve, numa primeira abordagem, a ideia parece-me boa, mas como não sei o rumo do mesmo, darei a minha opinião quando estiver mais esclarecido.

Abraço