Pesca Morcêga

Jornada nocturna

Uma jornada com bastante condimento vegetativo oceânico (algas), que era raro o lançamento que não houvesse prisão de algas nos triplos, situação que melhorou consideravelmente na baixa mar, com o recuo da maré a densa camada de algas em suspensão seguiram o mesmo caminho, ficando para lá da rebentação.

As tentativas acabaram por culminar na captura destes três exemplares, ainda houve um sortudo que teve a felicidade de se ter desferrado ao fim de algum tempo.

Ainda fiquei sem a Bakunba 140 que se fixou na pedra e acabou por partir a baixada, mas como se tratava de uma artificial telecomandada regressou ao fim de algum tempo a um caneiro onde a ondulação "espraiava"...

Fundo:
Misto
Maré: Baixa-mar
Multifilamento: Fireline Cristal 0,17 mm
Cana: Vega - Predador 3.30
Carreto: Vega - Regal 40
Artificial: West Lab - Bakuba 140

9 comentários:

Tiago Laurentino disse...

Fernando há pois eles não ligam aos rotulos.
Parabens pela pesca.

António Simões disse...

Jornada Morcega...
Hhehe, espectaculo , até na arte da retórica estes homens dão alegria á vida, hehe.
Lunáticos estes robalos Fernando...Poucas marés tive ao longo de trinta anos que os cacei com luas de quartos crescentes ao quarto dia, quanto mais com lua cheia.Mesmo quando os caçava,de noite na lua de quarto minguante, só pela calada da noite quando ela caía no horizonte espelhado..Aí sim era a hora dos lobos virem caçar antes da luz do dia e eu também,ambos eramos morcegos , não nos davamos com a luz,até o farol da Boa Nova me incomodava com o seu lamento e luz que encaminha as almas penadas e naufragos para o descanso eterno...
Bons velhos tempos Amigo.
Parabéns, haja luz !!

Abraço
António Simões

Sargus disse...

Boas Tiago, é verdade, parece-me também que não lhe ligam nenhuma...

Abraço.

Sargus disse...

Viva caro amigo António

Jornada Morcega...

Aquelas que a luz se vai e dá lugar à escuridão própria da actividade operacional destes esquadrões...

Já lá vão uns diazitos desde a captura até agora...

;)

A arte de trabalhar as palavras é sua caro amigo...

As experiências são mais do que as palavras, agora e sempre...

Abraço e obrigado pelo comentário.

Anónimo disse...

boa malha, qualquer dia muda o nome para robalus em vez de sargus.
parabens pela pesca, pescas morcegas sao muito boas.
JPSC

SpinnMaster-TEAM disse...

Boas Esquadrão Morcego,

daqui Esquadrão Coruja,

boas capturas, nós por cá 95% das nossas pescarias são de noite... e os lobos somos nós... HEHEHEHEHE

Coincidencia ou não por aqui tem-se falado que os robalos andam por onde o mar esta com algas.... fica a partilha de informação... ;) pode vir a ser util.

Over and Out.

Abr, Matos

Sargus disse...

Copy that

Esquadrão Coruja, a espécie em causa terá habitos noctivagos, como tal é o seu ambiente mais natural.

Quanto às algas, são produtoras de alimento quando entram em putrefacção ou de protecção de crustaceos e pequenos alevins, como tal são o abrigo dos "petiscos" dos robalos, disso não tenho a menor duvida.

O verdadeiro problema das algas são mesmo ficarem presas do multifilamento e triplos inviabilizando o trabalhar da artificial.

Over and Out.

Abraço.

António Matos disse...

Parabéns Pelos Peixes Fernando, esta troca de palavras com o PMatos hehehee superbus.
abraço

Sargus disse...

viva António.

;)

O chamado Código Labrax, funciona em canal 170, para aqueles que tentam atingir o Objectivo Alfa, Beta Charlei, (objectivo A - Adrenalina, Boa disposição, C - Capturas)

Abraço