Labrax - 4,770 kg

82 cm de luta

Apesar do tempo frio, e às horas a que o sol se põe nesta altura do ano (17 horas sensivelmente), o vício de lançar as artificiais bateu mais forte! Ainda no local de trabalho desafiei o Miguel, (que apesar do jogo do Glorioso) considerou e fez-me companhia em mais uma micro jornada.

Na viajem para o local escolhido, lá íamos comentado a hora antecipada do pôr-do-sol e na provável jornada em branco, quando chegamos ao local, perto das 17.30 verificamos que as condições eram bastante boas, o sol já tinha desaparecido, o mar estava a cair, com uma rebentação de ondas ideal para colocar as Saltigas de serviço.

4,770 kg a Saltiga voltou a
mostrar serviço

O vento era pouco e à medida que nos íamos aproximando do local a fé ia aumentando, já que das últimas duas jornadas naquele local com condições semelhantes tinham saído dois belos exemplares.

Os primeiros lançamentos para a zona de rebentação não surtiram efeito, então comentei com o Miguel que ia mudar de local, a visibilidade já não era boa mas mesmo assim fiz-me à água (pelo peito), cheguei à zona de "areada" e subi para cima de uma pedra, acho que ao fim do sexto/sétimo lançamento senti um ataque, a cana semí vergada e o carreto a soltar multifilamento dava-me a crer que era um bom exemplar. Após duas grandes investidas, lá comecei a trabalha-lo (tinha duas pedras à minha frente que me deixava pouca margem de manobra) já era noite cerrada, tive de sair de cima da pedra para a água e liguei a lente, foi quando vi o exemplar que se debatia ainda com varias investidas a meio metro de profundidade.

Pormenor

Tentei captura-lo, mas à primeira tentativa não consegui, e lá saíram mais três investidas, e apesar de já haver algum cansaço da parte do peixe e da minha parte, à segunda tentativa consegui segura-lo pelas guelras, bem o carreto deu um mergulho extra, mas valeu o esforço.

O Miguel observava à distancia em terra, sem se aperceber muito bem do que se estava a passar, mas quando cheguei perto dele viu claramente o tamanho do exemplar, curiosamente falhou o tamanho por 2 cm, pois disse que teria uns 80 cm e na realidade tinha 82 para 4,770 kg.

Ainda capturei mais um exemplar de umas 600/700 gramas que foi devolvido para tentar chegar ao peso do capturado.

Fundo: Areia
Maré: Baixa-mar
Peso: 4,770 kg
Técnica: Spinning
Artificial: Daiwa Saltiga
Multifilamento: Fireline Cristal 0,17 mm
Cana: Vega - Predador
Carreto: Vega - Regal 40

14 comentários:

MR disse...

À pois é o Homem soma e segue, ia com uma fézada, pois já tinhas apanhado lá dois bons peixes recentemente e como se costuma dizer não á 2 sem 3, e á terceira veio o Tio dos outros heheh.

Parabens, só que viu como eu vi sabe que foi mais que merecido esse labrax.

AB

Anónimo disse...

Boas,

Para quem pratica spinning à tão pouco tempo digamos que estás um autêntico "pro".
A população de sargos aí por baixo vai aumentar de carteza :)
Muitos parabéns pelas excelentes capturas e particularmente por esse belissimo Labrax.

Grande Abraço
Sérgio Tente

Rodrigo Zacarias disse...

Parabens pela captura. O meu record já era...

Um abraço

Anónimo disse...

Ès um cagão :D :D

Parabens Fernando , mais que merecido ;)

Um abraço,
Miguel Coucello

Sargus disse...

Boas Miguel, três sortes valentes foi o que foi, três exemplares bem distintos, quer em força/trabalho, como em condições de mar.

Valeu a ida ontem, e afinal não sofremos muito a ver o Glorioso...

;)

Sargus disse...

Boas Sérgio Tente.

O Spinning não surgiu este ano, já remonta ao ano passado, em que foi praticamente a vê-los passar, perdi dois grandes exemplares um dos quais me levou o artificial nos queixos, era só peixe 400/600 gramas, felizmente parece que isso já são tempos passados, e como tudo na vida trata-se de uma questão de evolução.

Os sargos não tem tido assim tanto repouso, fiz boas pescas arrumadas ao peso máximo permitido por lei este verão, não me posso queixar, quando encostarem os grandes de certeza que lá estarei para os receber.

Obrigado.

Abraço.

Sargus disse...

Boas Roger.

A parada subiu...

Apenas isso nada mais.

;)

Abraço.

Sargus disse...

Boas Miguel Coucello.

Confesso que estou com sorte a mais, mas também tenho trabalhado para isso...

;)

Abraço.

Anónimo disse...

Parabéns é Record?Bom peixe 82 cm é um bicho já grande, felizmente já apanhei alguns com essa medida lembro-me de um exactamente com 7.700 que tinha precisamente esse comprimento, é interessante a variação de peso dos bichos, é claro que também foi uma fémea em janeiro e que tinha 3 tainhas de 200/300g no bucho!!Era um peixe esférico.Lembro-me ainda outro de 6,600 que também tinha a volta de 80 cm, bichos mto velhos e astutos.

A Saltiga 14 cm é uma maquina!!!

Impressionante ainda os peixes fixados ai desde do Verão, houve alguma alteração que explique isso?

Um abraço Daniel Marques

Pedro batalha disse...

Espectáculo Fernando
Grandes peixes, andas a dar forte e bonito neles.
Parabéns pelas tuas capturas e continuação nelas.

Abraço

tpsk disse...

Buen Robalo Fernando enhorabuena, parece que le estás sacando partido al Daiwa Saltiga.

Un saludo

Sargus disse...

Boas Daniel.

Obrigado pelo comentário.

Sim para o tamanho que tinha estava com pouco peso, curiosamente também já capturei exemplares deste peso (outras modalidades) que era bastante mais pequenos, a variação macho/fêmea talvez seja a mais significativa para esta justificação, mas só para o mês que vem é que vou tirar isso a limpo, pois o peixe está na arca.

Estamos a falar de exemplares com alguns anos de experiência no mar, que já passaram por muita experiências, como tal e independentemente do que quer que seja vão tirando as suas ilações daí os bichos muito velhos e astutos... Como se diz a Velhice é um posto!

A Saltiga 14 cm é uma maquina!!!

"Impressionante ainda os peixes fixados ai desde do Verão, houve alguma alteração que explique isso?"

Alteração visível não me parece, talvez comedia, mas nem essa se justifica, pois os exemplares capturados pouco ou nada tem dentro do bucho.

Curiosamente de à dois anos para cá tenho notado uma enorme afluência de grandes exemplares no rio mira (mesmo em Odemira) coisa que nunca antes tive o prazer de presenciar.

Abraço Daniel e uma vez mais parabéns pela tua enorme captura ;)

Sargus disse...

Boas Pedro.

Obrigado! Como em todas as modalidades, só não capturamos ou temos a probabilidade de capturar quando não vamos...

É o que tem acontecido, tenho feio umas jornadas as quais se tem aliado a sorte.

;)

Abraço e obrigado pelo comentário.

Sargus disse...

Hola Toño.

Sim un guapo Robalo.
No parece, estou mesmo sacando partido da Saltiga.

Preciosa artificial para pouca mar e agua.

Un cordial saludo.