Spinning - Capitulo IV



O regresso as jornadas de Spinnig, o estado do mar iria alterar-se em breve e como a sondagem em dias anteriores tinha acusado movimentações, o local escolhido já estava estipulado, nada como começar o dia com uns lançamentos.

Após a chegada ao local escolhido, misto de pedra e areia, que nas ultimas jornadas se tem revelado interessante em termos de frequência de robalos. O mar ainda permanecia com uma pequena ondulação e a lua confundia-se com o romper do dia, apenas a sua localização era oposta ao nascer do dia... 

O mar proporcionava um óptimo espraiar da ondulação e chagando ao local coloco um artificial que tem dado resultados, ao fim de meia dúzia de lançamentos tinha um exemplar ferrado, pela força que fazia e dada a distancia em que foi ferrado proporcionou uma boa luta.

Passado alguns lançamentos a varrer uma área, outro exemplar ferrado, o mesmo trabalhar e a captura efectivada.

Estava a realizar as ferragens quase no limite dos lançamentos, o que me levou a mudar de artificial, sorte e coincidência ou não, efectuo um lançamento, dou três ou quadro maniveladas e sinto um ataque superior aos dois anteriores, a luta era significativamente mais poderosa e diferente das anteriores, tinha ali um bom exemplar, o mesmo corria para o mar e não o podia deixar ir a umas pedras submersas que se localizavam na trajectória do mesmo, o que me levou a trabalha-lo para o lado inverso, até que o vejo a meia água na posição lateral e sem artificial visível na boca, fiquei mais descansado pois literalmente tinha engolido o artificial 140, foi colocado numa zona de pouca água e recuperado em segurança. 



Poucos minutos depois já estava com outro exemplar idêntico aos primeiros ferrado, e consegui recupera-lo em segurança.

Resolvi insistir no mesmo local onde tinha acabado de efectuar a captura, já com menos água para o local, o que limitava o trabalhar de algumas artificiais, troco de artificial, efectuo mais uns lançamentos e realizo outra captura.



Como se estava a aproximar a hora do final da jornada, resolvi dar por terminada a mesma, arrumar o material e subir a falésia com as capturas.


Peso: 1,100; 2,100; 2,200; 2,300; e 4,300 kg
Fundo: Misto
Maré: Baixa-mar
Multi-filamento: Dynacast - Bass Braid - Sakura 0,18 mm - 20 lb
Cana: Luxxe Spin - Vega
Carreto: Vega MT-40
Artificial: Akada; Shinner LSM; Saltiga

12 comentários:

José Cunha disse...

Boas,

São capítulos recheados de capturas... Parabéns pela excelente faina. :)

Abraço,

Pedro Nunes disse...

Boas amigo Fernando!
Que bela pesca de Robalos, é um cardume desses que eu precisava de encontrar :)
Aí está uma caixa bem composta...
Esperemos que continuem a marcar presença.
Abraço e parabéns.

Manuel Oliveira disse...

Agora sim...
Eu já sabia que o melhor vinha para o fim...
Isto sim é que uma pesca, agora outra bem te disse que foi fraquinha! LOL
Boa Fernando, parabéns pelas excelentes capturas!
Só falta os nomes estrangeiros! :)

Forte Abraço e força

Pedro Franco disse...

Parabéns pela boa pescaria, bons exemplares.
Um abraço e continuação de bons lances.

Sargus disse...

Boas José

Tenho tido sorte e não me posso queixar...

Abraço

Sargus disse...

Boas Pedrão,

Search...

:)

Acho que ainda nos vão brindar bem neste mes...

Grande abraço e boas pescarias

Sargus disse...

Viva Manuel

Como já te disse, o fim vem la para 31 de Dezembro...

:)

Nomes estrangeiros só mesmo Dicentrarchus labrax.

Grande abraço e até um calhau no meio do mar.

:)

Sargus disse...

Boas Pedro Franco

Grato pelo comentário.

Um abraço e boas pescarias

PêJotaFixe disse...

Bráder, tás fortissimo! A ausência das lides piscatórias fez-te bem. eheheh
Quanto às actualizações, tens que puxar as orelhas ao Nuno pq ele é que tem as fotos dos crimes. eheheh

Saúde, da boa! ; ))

Sargus disse...

Boas PJ,

Então não sabes que as ausência das lides piscatórias nos deixam mais apurados...

Quanto às actualizações, eu ja vou puxar pelo Sir...

Saúdismo, robalismo, percebismo e sarguismo

Rodrigo Zacarias disse...

Boas,

Uma média fraca por cabeça...

Sargus disse...

Pois Roger, tens bastante razão, ainda por cima fui sozinho, dividido por um não dá mesmo nada...

Acho que vou deixar de pescar ao fim de semana e deixar esses dias para malta como tu...

:)

Abraço