Restaurante comercializa ave protegida

Aves vendidas para consumo

As inspecções regionais do Ambiente e das Actividades Económicas apreenderam cerca de dez cagarros congelados num restaurante da ilha de Santa Maria, nos Açores. Por se tratar de uma ave protegida, a sua posse e comercialização é proibida e ilegal, pelo que o estabelecimento incorre agora num processo de contra-ordenação cuja coima máxima é de 3740 euros.

Apanhados nas suas colónias de nidificação, os cagarros são vendidos a restaurares locais para confecção.

Fonte: CM

Sobre esta ave:

Cagarro - Calonectris diomedea borealis

Fonte: horta.uac.pt

4 comentários:

S. Ferreira disse...

Cambada de malucos.
Não há melhoras mesmo.

Um abraço.

SF

Paulo Martins disse...

Boas Fernando,

Em Portugal tudo serve para ganhar dinheiro, se pudessem alguns até as rochas do mar levavam para vender, já nada me espanta.

Abraço

Sargus disse...

Viva Sérgio.

É verdade, "nós por cá" aqui à uns anos atrás também ouvi dizer que na zona de Peniche muita boa gente se deslocava até ás Berlengas para "colher" uns ovinhos para confecionar uns bolos....

Enfim...

Um abraço.

Sargus disse...

Boas Paulo.

É verdade, como se diz:

Para casa até pedras!


Abraço